fbpx

Serviços

Ozonoterapia

A Ozonoterapia tem sido usada com sucesso na área médica para o tratamento de diversas patologias há mais de um século. A versatilidade da Ozonoterapia, as suas propriedades únicas e o facto dos efeitos secundários e reacções adversas serem mínimos, são responsáveis pela disseminação do seu uso a nível global.

Na Medicina Dentária, a utilização atual do ozono encontra as suas origens num Médico Dentista alemão E. A. Fisch, que utilizou pela primeira vez a água ozonizada com funções desinfectantes. Outro Médico Dentista alemão, Dr. Fritz Kramer, utilizou o ozono sob a forma de água ozonizada, para colutório, como irrigador ou em forma de spray.

A Ozonoterapia vem sendo cada vez mais usada em Medicina Dentária como um complemento aos tratamentos. Utilizar Ozonoterapia é olhar para o Paciente de forma integral e procurar sempre as opções menos tóxicas e mais seguras nos tratamentos dentários. Assim, estaremos a respeitar a individualidade e a ponderar o efeito que os tratamentos e materiais dentários têm no organismo.

 

A Ozonoterapia mostra-se menos invasiva, logo menos traumática e torna-se útil tanto para diagnóstico como para tratamento.

A Ozonoterapia utiliza o Gás Ozono como modalidade terapêutica. O Ozono é uma molécula triatómica de oxigénio, molécula essa instável, que pode ser formada na Natureza pelos raios UV ou gerada através de uma descarga eléctrica provocada por um gerador, que converte oxigénio em ozono, podendo este último ser usado para fins terapêuticos, quando extraído em concentrações médicas precisas.

É uma molécula biocompatível, com um elevado poder antimicrobiano, mas sem os efeitos secundários das substâncias químicas.

Existem dados científicos que mostram que o ozono pode agir directamente nos sistemas biológicos em diversos níveis, contribuindo e melhorando o processo de cura do paciente.

• O Ozonoterapia tem várias vantagens, nomeadamente:

• Promove uma desinfecção de amplo espectro;

• Melhora a limpeza das feridas;

• Activa o metabolismo das hemácias, o que leva a uma melhoria na oxigenação e um aumento nos níveis de ATP;

• Activa células imunocompetentes;

• Aumenta a capacidade antioxidante através da activação de antioxidantes endógenos;

• Apresenta um efeito Anti-Inflamatório.

 

Na Medicina Dentária, a Ozonoterapia pode ser um recurso em diversas áreas, tais como:

• Dentisteria: promove uma acção antimicrobiana na remoção da cárie;

• Periodontia: prevenção e tratamento de quadros infecciosos e inflamatórios;

• Edodontia: potencia uma melhor limpeza do sistema de canais radiculares;

• Cirurgia: auxilia no processo de reparação/cicatrização dos tecidos;

• Dor e Disfunção da ATM: tem uma actividade analgésica e anti-inflamatória.

Tendo em conta os diversos efeitos terapêuticos biológicos da Ozonoterapia, pode considerar-se uma ferramenta terapêutica que pode ajudar e melhorar o processo terapêutico.