fbpx
Kinesiologia

Kinesiologia

Serviços

Kinesiologia

A palavra Kinesiologia vem do grego Kinesis (movimento) e Logia (estudo), ou seja, é o estudo dos movimentos e músculos. É uma terapia criada em 1964 por Dr. George Goodheart, que tem como base os princípios de biomecânica, da anatomia e da fisiologia combinados com elementos de testes musculares.

A filosofia da Kinesiologia é a de que a pessoa deve ser responsável pelo seu próprio bem-estar e precisa de aprender a compreender e manter a sua energia equilibrada melhorando seu estado geral, mesmo que precise de processos mais profundos.

A forma como reagimos no presente (consciente), pode estar relacionada com as escolhas feitas no passado (subconsciente) em relação a determinados eventos que vão acontecendo desde o momento da concepção.

A Kinesiologia é uma terapia que usa um Teste Muscular que permite identificar determinados desequilíbrios:

 

  • Físicos
  • Mentais
  • Emocionais
  • Estruturais
  • Alimentares
A Kinesiologia valoriza não só os distúrbios estruturais, bioquímicos, físicos e alimentares, mas também as interacções entre a Saúde Humana e os problemas ambientais e toxicológicos que são de extrema importância. Muitas vezes contribuem para as alterações dos campos psíquico e emocional.

Consegue-se determinar qual o foco prioritário a tratar e qual a melhor terapêutica a aplicar.

De acordo com os resultados dos testes musculares (testes suaves feitos determinados músculos para avaliar equilíbrio energético e harmonizar o funcionamento do corpo), é feita a correcção do tónus muscular, utilizando o estímulo com toques suaves dos sistemas neurovasculares e neurolinfáticos e com isto, aumentando a consciência corporal da pessoa.

Na cavidade oral, está comprovado que, alterações ao nível das gengivas, focos infecciosos em dentes, ossos ou qualquer outro tecido oral podem reflectir-se à distância com problemas cardíacos, articulares, etc… A boca comporta-se como uma autoestrada de ligação entre a cabeça e o resto do corpo, já que contém inúmeras conexões mecânicas, funcionais, neuromusculares e bioquímicas. Na cavidade oral, a Kinesiologia também ajuda a testar a compatibilidade com determinados materiais dentários.

Assim, é vital esta visão integrativa, já que consegue aprofundar um diagnóstico correcto, não se focando apenas no sintoma. Explora o factoretiológico primário, bem como os secundários que devem ser analisados de forma adequada para que se possa tratar de maneira científica e certeira, investigando as causas que os produziram.

Terapia Neural

Terapia Neural

Serviços

Terapia Neural

A Terapia Neural é uma terapia reguladora que exerce a sua acção através do Sistema Nervoso, especialmente o vegetativo ou autónomo. São injectadas pequenas quantidades de um anestésico local a baixas concentrações em pontos específicos do corpo ou na região oral. Tem uma finalidade de diagnóstico e terapêutica, e nunca anestésica.

Tem como objectivos:

  • Regular o Sistema Nervoso Autónomo;
  • Regular a polaridade das membranas celulares (em áreas patológicas, a polaridade da membrana celular está comprometida);
  • Melhorar a Microcirculação;
  • Desbloquear Cicatrizes (repolarização celular);
  • Induzir o Paciente à Auto-regulação.

A Terapia Neural surgiu na Alemanha, por volta de 1920 e, actualmente está é aplicada a nível global.

Aos olhos da Terapia Neural, os traumas físicos e emocionais são muito importantes, podendo gerar um desequilíbrio sistémico, o que pode levar a doenças “à distância”. Por exemplo, cicatrizes podem estar associadas a lembranças de traumas que deverão ser “apagados”. A aplicação da substância actua na memória celular, podendo ser assim utilizada para diminuir os campos interferentes das cicatrizes, “apagando a memória associativa do trauma”.

 

Na Cavidade Oral, a Terapia Neural é utilizada para:

  • “Neutralizar” cicatrizes;
  • Diagnóstico Diferencial entre Campos de Interferência e Focos;
  • Auxiliar na condução e evolução de tratamentos.

Ozonoterapia

Ozonoterapia

Serviços

Ozonoterapia

A Ozonoterapia tem sido usada com sucesso na área médica para o tratamento de diversas patologias há mais de um século. A versatilidade da Ozonoterapia, as suas propriedades únicas e o facto dos efeitos secundários e reacções adversas serem mínimos, são responsáveis pela disseminação do seu uso a nível global.

Na Medicina Dentária, a utilização atual do ozono encontra as suas origens num Médico Dentista alemão E. A. Fisch, que utilizou pela primeira vez a água ozonizada com funções desinfectantes. Outro Médico Dentista alemão, Dr. Fritz Kramer, utilizou o ozono sob a forma de água ozonizada, para colutório, como irrigador ou em forma de spray.

A Ozonoterapia vem sendo cada vez mais usada em Medicina Dentária como um complemento aos tratamentos. Utilizar Ozonoterapia é olhar para o Paciente de forma integral e procurar sempre as opções menos tóxicas e mais seguras nos tratamentos dentários. Assim, estaremos a respeitar a individualidade e a ponderar o efeito que os tratamentos e materiais dentários têm no organismo.

 

A Ozonoterapia mostra-se menos invasiva, logo menos traumática e torna-se útil tanto para diagnóstico como para tratamento.

A Ozonoterapia utiliza o Gás Ozono como modalidade terapêutica. O Ozono é uma molécula triatómica de oxigénio, molécula essa instável, que pode ser formada na Natureza pelos raios UV ou gerada através de uma descarga eléctrica provocada por um gerador, que converte oxigénio em ozono, podendo este último ser usado para fins terapêuticos, quando extraído em concentrações médicas precisas.

É uma molécula biocompatível, com um elevado poder antimicrobiano, mas sem os efeitos secundários das substâncias químicas.

Existem dados científicos que mostram que o ozono pode agir directamente nos sistemas biológicos em diversos níveis, contribuindo e melhorando o processo de cura do paciente.

• O Ozonoterapia tem várias vantagens, nomeadamente:

• Promove uma desinfecção de amplo espectro;

• Melhora a limpeza das feridas;

• Activa o metabolismo das hemácias, o que leva a uma melhoria na oxigenação e um aumento nos níveis de ATP;

• Activa células imunocompetentes;

• Aumenta a capacidade antioxidante através da activação de antioxidantes endógenos;

• Apresenta um efeito Anti-Inflamatório.

 

Na Medicina Dentária, a Ozonoterapia pode ser um recurso em diversas áreas, tais como:

• Dentisteria: promove uma acção antimicrobiana na remoção da cárie;

• Periodontia: prevenção e tratamento de quadros infecciosos e inflamatórios;

• Edodontia: potencia uma melhor limpeza do sistema de canais radiculares;

• Cirurgia: auxilia no processo de reparação/cicatrização dos tecidos;

• Dor e Disfunção da ATM: tem uma actividade analgésica e anti-inflamatória.

Tendo em conta os diversos efeitos terapêuticos biológicos da Ozonoterapia, pode considerar-se uma ferramenta terapêutica que pode ajudar e melhorar o processo terapêutico.

Remoção Segura de Amálgamas (Protocolo SMART)

Remoção Segura de Amálgamas (Protocolo SMART)

Serviços

Remoção Segura de Amálgamas

Existem muitas pessoas que apresentam restaurações em amálgama. Era um material restaurador muito utilizado antigamente e que vulgarmente era conhecido como “chumbo”. O seu uso era recorrente devido ao baixo custo e à sua durabilidade.

Hoje em dia, o seu uso está desaconselhado e até mesmo proibido em alguns grupos. A União Europeia proíbe o seu uso em grávidas e em menores de 15 anos.

A amálgama é composta sobretudo por Mercúrio (representa 50% da sua composição). Hoje em dia, temos conhecimento que o Mercúrio apresenta muitos riscos para a saúde. Cada vez que mastigamos, ingerimos alimentos ácidos, escovamos os dentes ou bebemos bebidas quentes, o vapor de mercúrio é libertado para o organismo. Actualmente, o Mercúrio poderá estar relacionado com diversas patologias, tais como:

  • Doenças Neurodegenerativas
  • Doenças Autoimunes
  • Hipotiroidismo
  • Malformações congénitas
  • Resistência a Antibióticos
  • Disfunção Renal
  • Dores de Cabeça
  • Doença Periodontal
  • Fadiga, Depressão e Ansiedade
  • Fraqueza
  • Autismo
  • Doenças Cardiovasculares.

Por todas estas razões, recomendamos a eliminação de Mercúrio do organismo. Contudo, esta eliminação deve ser feita de forma segura de modo prevenir a exposição de pacientes e profissionais aos vapores de Mercúrio. Na Clínica Natural Smile seguimos o Protocolo SMART (Safe Mercury Amalgam Removal Technique), preconizado pela IAOMT (International Academy  of Oral Medicine and Toxicology). Este protocolo estabelece uma série de regras de modo a proteger o paciente, o profissional e o meio ambiente.  Estas regras incluem:

  • Protecção total do paciente com campos protectores e protecção dos profissionais;
  • Isolamento absoluto (dique de borracha livre de latex);
  • Aspiração Externa para reduzir a libertação de vapores de Mercúrio;
  • Fonte externa de Oxigénio;
  • Entre outras;

Além disso recomendamos um Protocolo que visa preparar o organismo para a remoção. Este protocolo tem três objectivos:

  • Desintoxicar o Organismo
  • Quelação de Metais Pesados (ajudar a eliminação dos metais pesados)
  • Aumento do Potencial Antioxidante.